Atenção! Dicas Antifraude

Prezado(a) Cliente,

Informamos que canais fraudulentos estão usando a marca Crefisa de forma indevida para aplicar golpes, por isso, disponibilizamos abaixo uma série de DICAS e PRECAUÇÕES que devem ser tomadas para evitar que você caia nessas armadilhas.

A Crefisa é uma instituição sólida e respeitada no mercado nacional e, em nenhuma circunstância, solicita o pagamento de valores antecipados para a liberação de empréstimo pessoal ou qualquer outra operação.

IMPORTANTE: Mantenha sempre todos os seus dados atualizados na Crefisa.

ATENÇÃO!

Caso você receba uma ligação, e-mail ou mensagem via WhatsApp solicitando DEPÓSITO ANTECIPADO, por qualquer justificativa (ex.: despesas jurídicas, despesas com advogados ou para aprovar seu crédito de forma mais rápida), CUIDADO, pois trata-se de FRAUDE. Nenhum funcionário da Crefisa está autorizado a solicitar depósitos antecipados para a realização de nossas operações de crédito.

Cartões Crefisa:

- Todos os nossos cartões são emitidos com CHIP e uso obrigatório de senha;

- Ao utilizar seu cartão, observe ao seu redor se há presença de estranhos que podem visualizar e anotar sua senha;

- Nunca empreste seu cartão para terceiros ou pessoas estranhas.

IMPORTANTE: A CREFISA não solicita retirada de cartão por motoboy ou funcionários, além disso, não pedimos o envio do cartão para substituição.

Em caso de perda, extravio, roubo ou furto do seu cartão, comunique imediatamente a Crefisa por meio das Centrais de Atendimento. Registre, também, um Boletim de Ocorrência (B. O.) Policial na delegacia mais próxima ou pela internet.

Senhas:

Nunca informe sua senha ao atendente. Nenhum funcionário da Crefisa está autorizado a realizar ligações ou enviar e-mails solicitando senhas. Lembre-se: sua senha é pessoal e intransferível, nunca a informe a terceiros.

WhatsApp:

Aplicativos como WhatsApp não são utilizados pela Empresa. Caso você receba qualquer solicitação via mensagem, desconfie e, na dúvida, entre em contato com os canais oficiais da Crefisa, como a CENTRAL DE ATENDIMENTO ou o SAC.

Mídias Sociais:

Nossas mídias sociais não são utilizadas como canais para operação de crédito.

E-mail:

Não encaminhamos links ou arquivos de instalação solicitando dados cadastrais e atualização de senha, portanto, nunca encaminhe seus dados pessoais, documentos ou a senha por e-mail.

Telefone:

Atenção com ligações falsas! Ao receber ligações com a informação de que se trata da Central de Atendimento da Crefisa, certifique-se da veracidade do número. Na dúvida, confira-o aqui no site.

Internet:

Evite solicitar seu empréstimo por computadores públicos e mantenha o antivírus de seu computador particular atualizado.

Atente-se sempre ao link da Crefisa: www.crefisa.com.br, qualquer outro link diferente ou que seja enviado por e-mail ou SMS solicitando seu acesso ou seus dados é fraudulento.

Não permita que terceiros ou pessoas estranhas tenham acesso ao seu cartão, assim você evita a cópia dos dados do seu cartão e futuras compras pela internet utilizando esses dados.

PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO E COMBATE AO FINANCIAMENTO DO TERRORISMO:

Compreenda os conceitos fundamentais de prevenção à lavagem de dinheiro e combate ao financiamento do terrorismo.

A prevenção à lavagem de dinheiro e o combate ao financiamento do terrorismo são as formas mais eficazes para enfrentar corrupção, atos terroristas, tráfico de drogas e de armamentos sofisticados, entre outros crimes com alto grau de lesividade à sociedade.

A lavagem de dinheiro constitui um conjunto de operações comerciais ou financeiras que buscam a incorporação, na economia de cada país, dos recursos, bens e serviços que se originam ou estão ligados a atos ilícitos.

Os mecanismos mais utilizados no processo de lavagem de dinheiro envolvem, teoricamente, três etapas independentes que, com frequência, ocorrem simultaneamente:

  1. Colocação: a primeira etapa do processo é a colocação do dinheiro no sistema econômico. Objetivando ocultar sua origem, o criminoso procura movimentar o dinheiro em países com regras mais permissivas e naqueles que possuem um sistema financeiro liberal. A colocação se efetua por meio de depósitos, compra de instrumentos negociáveis ou compra de bens. Para dificultar a identificação da procedência do dinheiro, os criminosos aplicam técnicas sofisticadas e cada vez mais dinâmicas, tais como o fracionamento dos valores que transitam pelo sistema financeiro e a utilização de estabelecimentos comerciais que usualmente trabalham com dinheiro em espécie.

  2. Ocultação: a segunda etapa do processo consiste em dificultar o rastreamento contábil dos recursos ilícitos. O objetivo é quebrar a cadeia de evidências sobre a origem do dinheiro. Os criminosos buscam movimentá-lo de forma eletrônica, transferindo os ativos para contas anônimas – preferencialmente em países amparados por lei de sigilo bancário – ou realizando depósitos em contas “fantasmas” ou de “laranjas”.

  3. Integração: nesta última fase, os ativos são incorporados formalmente ao sistema econômico. As organizações criminosas buscam diversas formas de integração, por exemplo, investir em empreendimentos que facilitem suas atividades, podendo tais sociedades prestar serviços entre si, como a compra e venda de joias, pedras e metais preciosos e objetos de arte e antiguidades.

É o nosso dever combater todo e qualquer tipo de fraude e ações ligadas à lavagem de dinheiro.

Canais de Atendimento

Os canais oficiais da Crefisa são:

Central de Atendimento:

4004 4001 (capitais e regiões metropolitanas)

0800 722 4444 (demais localidades)

SAC: 0800 727 4884

Pontos de Atendimento, consulte: www.crefisa.com.br

Site Oficial: www.crefisa.com.br

E-mail: prevencao@crefisa.com.br

Facilidades para você:

Digite seu CEP

NÃO SEI MEU CEP

Digite seu endereço

© 2018 - Crefisa | Todos os direitos reservados